Dia dos Namorados é chamado em alguns países de  Dia de São Valentim. Uma data especial que  celebra a união amorosa entre casais.  Essa data é repleta de  demonstração de  afeto, sendo comum trocar  cartões,  chocolates,  pelúcias, preciosos adornos, flores e muito  romance.  Em alguns  países comemoram essa data em  14 de Fevereiro.  Aqui, em terras brasileiras, a data  é comemorada no dia 12 de junho, véspera do dia de Santo Antonio, que tem a  fama de  ser o “Santo Casamenteiro”.

A origem da comemoração

Dizem por aí, que essa comemoração  provavelmente é um espelho  de um antigo festival romano chamado Lupercália, que se realizava todo dia 14 de fevereiro, que celebrava a fertilidade homenageando JUNO,  deusa do matrimônio, e PAN, deus da natureza. Também era o  marco  do início oficial da primavera. 

Brasil

Essa  data foi criada pelo publicitário João Doria (pai do governador de São Paulo), sendo comemorada no dia 12 de Junho por ser véspera do dia do santo casamenteiro, Santo Antonio. O empresário trouxe a ideia de fora  e  apresentou aos comerciantes paulistas, que viram uma boa oportunidade em fazer a economia circular e em junho de 1949 foi apresentada uma campanha de slogan “não é só com beijos que se prova o amor”.

A ideia se expandiu pelo Brasil, amparada pela correlação com o  Dia de São Valentim, comemoração dos  países do hemisfério norte e o   objetivo sempre foi  incentivar a troca de presentes entre os  apaixonados.

Conclusão

Mais uma data, dentre as mais diversas, se não TODAS, com um viés capitalista, sistema da economia  baseada na liberdade de comércio e indústria, com o principal objetivo de adquirir lucro. Ahãannn, isso mesmo!

Desculpe, a intenção aqui não é sacanear com os planos dos casais, rs, é só para entendermos o que representam essas singelas “datas comemorativas”. 

Sabemos o quanto é agradável receber um gesto de afeto através de um presente, quem não gosta de mimos, não é mesmo? Tem pra todos os gostos e bolsos. Em meio a chocolates e flores, não podemos esquecer que nem sempre “um presente” é uma real demonstração de afeto verdadeiro. É preciso intensificar e compreender a importância de reconhecer as atitudes que o par nos oferece não só em uma data específica e sim no cotidiano da vida. A história de um casal que realmente se ama está baseada no cuidado que um tem com o outro. Vemos grandes demonstrações nas redes sociais  de pessoas que gastam horrores em mimos e não comtemplam o essêncial e a intensidade que existe no amor.

Nós, seres humanos temos necessidades sociais, precisamos de afeto, de reconhecimento, de cuidado, de cumplicidade e carinho, de compreensão e de muito amor. São esses detalhes que enriquecem a nossa história. Não deixe passar desapercebido, aquele gesto de amor, reproduza e retribua esse afeto ao seu par. Demonstre através de um abraço, um beijo, uma palavra amiga, diga ao seu par o quanto ele é importante pra você. Cuide e permita ser cuidado, esteja junto nas dificuldades também, não se vive só de bons momentos , a vida é  mais fácil quando se caminha junto e encontrar um grande amor é algo que se deve zelar.

A dica é, comemorem, declarem o amor através das  flores, chocolates, pelúcias, mimos mas não se esqueçam das atitudes, do cuidado e da vida em comum. O primordial é a história que vocês estão escrevendo JUNTOS. Que a felicidade esteja com vocês!

Para finalizar, deixo uma frase para reflexão de  todos:

A vida é assim: EU CUIDO DE VOCÊ E VOCÊ DE MIM. 

Sem Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *