PAPO SÉRIORESENHA

NORDESTE – FOME

Olá pessoal, acho que estou tomada por uma força maior, rs.

Não podemos fechar os olhos para esse momento político que o país está vivendo. É preciso questionar,  debater  para que o progresso rompa barreiras e realmente aconteça com igualdade e por esse motivo, entra em cena, o nordeste e suas divergências.

Nordeste brasileiro  é formado  pelos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Ah, como não mencionar as  belas paisagens regadas  por um  litoral deslumbrante  que atrai milhões de turistas? Bom, mas o assunto não é esse não, o nordeste é lindo e sabemos disso, mas e o nordestino, como vive?

Fui buscar alguns dados para registro e me deparei com números alarmantes.

O  nordeste ocupa as últimas colocações no ranking nacional de Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). A mortalidade infantil por lá é a maior do país – 33,2 óbitos a cada mil nascidos vivos. Cerca de 55% da população não possuem  saneamento e a  expectativa de vida do nordestino é de aproximadamente 70 anos, a menor no país.

Esses dados do IBGE  deveriam,  no mínimo,  causar uma  reflexão em todos nós brasileiros, a discrepância socioeconômica é  um sinal de alerta para um país tão rico como o Brasil . Sabemos que grande parte dos nordestinos não podem desfrutar das maravilhas do seu próprio território,  porque vivem  às  margens da sociedade.

Li uma matéria muito interessante na XAPURI SOCIOAMBIENTAL  e a frase que enfatizava  o tema do conteúdo era:

“O maior flagelo da humanidade é, sem pairar alguma dúvida, a fome.  O semi-árido do nordeste brasileiro, pelas adversidades climáticas e políticas de esquecimento, historicamente tem sido a região que sempre protagonizou essa triste realidade. Estávamos muito perto de afastarmos esse fantasma, quando a ONU através de relatório da FAO, reconheceu no período entre 2002 e 2014, uma redução de 82,1% desse quadro, como resultado das políticas inclusivas do partido que buscou  resolver essa calamidade através dos programas que compunham a plataforma Fome Zero.”  Tânio Jardim

Li também na Revista Isto é uma matéria que tem por tema: “Uma potência agrícola onde falta comida” e o subtítulo da matéria de julho/ 2018,  bem atual,  menciona claramente o crescimento em  128% em três anos de Governo Temer, recolocando  o País no Mapa da Fome das Nações Unidas. A revista continua dizendo: …”O que alimenta cerca de 11,7 milhões de brasileiros por dia é insuficiente para atender às necessidades básicas de nutrição e saúde.” Revista Isto é.

Esses dados só confirmam que o  nordestino vive em situação precária, não tem o que comer, não tem água, saneamento básico. O povo, em sua maioria,   sofre com o trabalho na roça, e poucos conseguem acesso à  educação.

Nosso PIB (o principal indicador do tamanho da economia do país) é de US$ 2,14 trilhões, isso mesmo, 2,14 TRILHÕES. Temos um PIB maior que o do Canadá e só um pouco abaixo  de países europeus como o Reino Unido com US$ 2,94 trilhões e  França  com US$ 2,93 trilhões. As pessoas precisam entender que o nosso país sustenta regalias de poucos às custas do seu povo. Veja aqui a fonte desses dados do PIB que foram publicados em maio/2018.

COMO PODE ESSA DISCREPÂNCIA? 

Essa três imagens fazem parte do mesmo território pernambucano. Dá para acreditar? 

Temos todas as culturas e povos, inclusive  europeus que vêem o  Nordeste brasileiro  como  roteiro de férias ideal, mas  não podemos esquecer que ali existe um  povo  sofrido que vive o  descaso de seus próprios governantes, que alegam que o país esta em “crise” como desculpa para toda a miséria e abandono.

A crise é só para uma parte do povo brasileiro, porque se fosse uma questão geral não teríamos uma parcela  vivendo de regalias. A crise não bate na porta de todo brasileiro, acredite, ela tem endereço certo!

Talvez possamos mudar isso através das nossas escolhas em out/ 2018. Pense bem, vote consciente e faça valer a voz do povo brasileiro!!!

Bjooo, fuiii.

 

 

Sobre o Autor

Dan

Dan

Post Anterior

Os benefícios da quinoa

Próximo Post

Os benefícios de uma boa massagem

Sem Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *