RESENHA

Pobreza no Brasil

Olá, hoje o assunto sério por aqui! Entra em cena,  a realidade que fingimos não existir, POBREZA.

Basta olhar ao redor para  enxergarmos um Brasil desigual e cruel, não é mesmo? Não precisamos nem sair do espaço em que vivemos e que compartilhamos com a sociedade o nosso dia a dia. Podemos avaliar tudo a nossa volta, o transporte público da cidade, as escolas e colégios dos pequenos e nobres bairros, o comércio em torno dos grandes centros, o policiamento seletivo, as tragédias acontecendo nas periferias com a alegação de que é na periferia que estão os “piores” da sociedade. Moradia nas áreas de risco contrastando  com os  condomínios luxuosos, direitos tirados da classe trabalhadora e privilégios para militares e políticos, empresários com ideias mirabolantes para enriquecer seus cofres as custas da exploração daqueles que não tiveram oportunidades de alcançar uma profissão que os tirassem da miséria. Vemos políticos criando leis injustas que levará os pobres às margens da vida sub-humana. Vemos presos políticos, corruptos soltos, governo medíocre, mulheres assassinadas e homens violentos e doentes se gabando da crueldade cometida. Crianças pedindo esmolas para comer e outras jogando comida fora. Vemos um país doente, uma sociedade insana que clama  por justiça através das armas de fogo. Vemos tratamentos distintos para pobres e ricos! Quem paga pode tudo, está acima das leis, quem não paga sofre as consequências de um país injusto, de dois pesos, duas medidas!

O Banco Mundial, ligado a ONU esclarece que, os programas Sociais são ferramentas eficazes que amortecem os choques econômicos e atualmente estamos presenciando governantes que estão se esforçando para acabar justamente com o direito de uma sociedade mais justa. As notícias são alarmantes, os pobres ficaram em situação de miséria, e os miseráveis estarão sem esperança de dias mais justos.

A desigualdade está enraizada por aqui, sofremos desse mal desde o BRASIL COLÔNIA e o resultado atingido, mesmo depois dos direitos civis e trabalhistas alcançados, presenciamos o crescimento  e o aumento gradual das riquezas geradas pelo nosso país sendo desfrutados em sua grande parte por  donos de indústria, bancos e indivíduos  que detêm o capital, money, grana. Existe  uma disparidade imensa entre ricos e pobres, pessoas ainda estão passando  FOME.  A classe trabalhadora, que vende sua mão de obra sempre está em desvantagem, trabalha muito por pouco e não temos grandes expectativas de melhora, as notícias alertam, vamos ficar mais pobres do que já somos. Quem tem pouco, vai ficar com NADA, e tudo bem! Quer ver os dados? CLIQUE AQUI. 

O mais triste de tudo isso na história do Brasil, é saber que, a classe social que mais sofre não entende que precisa se unir por seus direitos. Essa parte da sociedade ou se CALA, ou debanda para o lado de seus opressores POR MEDO. É por esse motivo que vamos de mal a pior.

Sem mais,

Sem Comentário

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *